Ir para o conteúdo principal

Lançamentos canários

O Docusaurus possui um sistema de liberação canário.

Ele permite que você teste novos recursos não lançados assim que os pull-requests forem aceitos.

É uma boa maneira de dar feedback aos mantenedores, garantindo que o recurso recém-implementado funcione como deveria.

note

Usar uma versão canário em produção pode parecer arriscado, mas na prática não é.

Uma versão canária passa por todos os testes automatizados e é usada em produção pelo próprio site Docusaurus.

Tag canário npm dist

Para qualquer commit relacionado ao código no main, a integração contínua publicará uma versão canário sob a tag @canary npm dist tag. Geralmente, leva até 10 minutos.

Você pode ver em npm as tags dist atuais:

  • latest: lançamentos estáveis (exemplo: 2.0.0-beta.0)
  • canary: lançamentos canários (exemplo: 0.0.0-1234+4a6de5cf7)
tip

Certifique-se de usar a versão canário mais recente e verifique a data de publicação (às vezes, o processo de publicação falha).

note

Versões do Canary seguem a convenção de nomes 0.0.0-commitNumber+commitHash.

Usando um lançamento canário

Pegue a versão mais recente publicada sob o canary npm dist tag (por exemplo: 0.0.0-1234+4a6de5cf7).

Use isto para todas as dependências @docusaurus/* no seu package.json:

-  "@docusaurus/core": "^2.0.0-beta.0",
- "@docusaurus/preset-classic": "^2.0.0-beta.0",
+ "@docusaurus/core": "0.0.0-1234+4a6de5cf7",
+ "@docusaurus/preset-classic": "0.0.0-1234+4a6de5cf7",

Em seguida, instale as dependências novamente e inicie seu site:

npm install
npm start

Você também pode atualizar os pacotes @docusaurus/* com uma linha de comando:

npm install --save-exact @docusaurus/[email protected] @docusaurus/[email protected]
caution

Certifique-se de incluir todos os pacotes @docusaurus/*.

Para lançamentos canários, prefira usar uma versão exata em vez de um intervalo de semver (evite o prefixo ^).